MAIS UMA DA COMADUEC: (ANTES DAS ELEIÇÕES)
 
“A Convenção de Ministros das Assembléias de Deus Unidas do Ceará (Comaduec) oficializou em carta apoio à candidata Patrícia Saboya (PDT). A entidade também declarou que está orientando os pastores a convocarem os fiéis para votar na pedetista.
Segundo a carta, a entidade analisou as propostas das candidaturas de Patrícia, Moroni Torgan (DEM) e Luiz Gastão (PPS) – que renunciou no início da semana. E decidiu pelo apoio à pedetista por ela “respeitar a Bíblia Sagrada”. A outra razão seria o fato da candidata ter sido autora do projeto de lei que dá direito a licença maternidade de seis meses.
A Comaduec é a mesma entidade que realizou campanha contra a candidata à reeleição, Luizianne Lins (PT), no início do período eleitoral. Através de cartaze e outdoors, a entidade pregava que “Luizianne é contra a Bíblia e o povo de Deus”. Posteriormente, o nome da petista foi substituído pelo de “Jezabel”, também conhecida por “Jezebel”, tida no antigo testamento como a perseguidora de profetas. Ambas as propaganda foram proibidas pela Justiça Eleitoral.
A campanha seria um manifesto da entidade pelo fato de Luizianne ter vetado um projeto de lei que previa a manutenção de exemplares da Bíblia nas bibliotecas das escolas municipais de Fortaleza.
A assessoria de Patrícia Saboya declarou que ainda não recebeu formalmente a carta de apoio, mas diz que todo apoio à candidatura é bem-vindo. A pedetista também nega qualquer relação com a campanha realizada pela Comaduec contra Luizianne Lins.”
29 de Setembro de 2008 às 16:20:30 |
 
E AGORA JOSÉ?! (CONCLUÍDA AS ELEIÇÕES)
 
Apesar de todo empenho em orações, jejuns (talvez), dispêndios financeiros, proselitismo político e propaganda, a Comaduec –  Convenção de Ministros das Assembléias de Deus Unidas do Estado do Ceará – não logrou êxito em impedir que a atual prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT) chegasse a obter votos mais que suficientes para reeleger-se à  prefeitura em primeiro turno.
Não obstante alguém possa pensar que tenhamos algum interesse no processo eleitoral do Ceará, específicamente na cidade de Fortaleza, afirmamos que não, pois não somos cidadãos daquele estado, e o nosso objetivo aqui é demonstrar que a política nas igrejas e pelas igrejas, contraria frontalmente os preceitos do Evangelho de Nosso Jesus Cristo que é ‘apolítico’.
Releiam as matérias deste e neste Blog: “Em nome de Jesus… Será Mesmo?” de 22/08/2008, e “O Bom Testemunho dos Ministros da Comaduec” de 06/09/2008, que encontram-se logo abaixo, basta rolar a página.
Com tudo isso reafirmamos e chamamos a atenção para o fato: “Aqueles que mais deveriam demonstrar na prática como se deve respeitar os preceitos bíblicos, são os que mais acintosamente os contrariam.”
Ministros do evangelho políticos praticantes e suas igrejas estão a dar vexame e submetendo seus fiéis a contrangimentos que poderiam e deveriam ser evitados.
Repetindo, o que sempre defendemos: as igrejas aqui estão não para combater o sangue e a carne, conforme Efésios 6:12, antes porém devem dar a César que é de César e a Deus o que é de Deus; e ainda conforme Lucas 9:60: “Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.” Equivale dizer: “Aos políticos a política, aos verdadeiros ministros do evangelho que anunciem o reino de Deus, e nada além.”
Conclusão: Se nem o próprio Deus atendeu às súplicas, com pretensões políticas, dos ministros da Comaduec, iria o povo cearense da capital Fortaleza atendê-los?
A Deus toda a Glória.

Vida e Paz

Vigilante da Fé

Anúncios