Em muitas passagens bíblicas pode-se constatar que aqueles que não aceitaram exortações e admoestações, que não se humilharam, e por último que não mudaram de rumo, deram um princípio ao seu próprio fim.

Não seria este mesmo o caso que se dá com o pastor Silas Malafaia?

Depois de receber uma severa admoestação do Pr. Carlos Roberto Silva, vice-presidente executivo da Convenção dos Ministros da Assembléia de Deus do Estado de São Paulo e membro do Conselho de Doutrina da CGADB – Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, que condenou a ‘Campanha da Semente de R$ 1.000,00’ do Pr. Silas Malafaia e do Pr. norte- americano Mike Murdock lançada em seu programa de TV, Silas Malafaia contra-atacou: mudou o nome da sua igreja que era Assembléia de Deus para Igreja Vitória em Cristo, declarou que os que o criticam são os que nada fazem, dando a entender que são invejosos, e foi mais fundo: lançou uma campanha em que pede uma parte do aluguel e 30% da renda daqueles que queiram receber a “benção da casa própria”.
Por fim, como quem diz: “sou mais eu”, anunciou no seu programa na Band, que foi ao ar neste último final de semana,15/05/2010, a sua renúncia ao cargo de primeiro vice-presidente e o seu desligamento da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB).


Votos de Amor e Paz,

Vigilante da Fé

Anúncios